Pais de influenciadora são presos por acesso a processos sigilosos

Seis pessoas foram presas, nesta terça-feira (20), durante a Operação “Eega Omnes”da Polícia Civil que investiga um grupo suspeito de acessar, de forma ilegal, processos judiciais e usar as informações para extorquir investigados e embaraçar a atuação da Polícia Judiciária e da Justiça Criminal.

Entre os presos estão os pais da influenciadora Skarllete Melo, investigada por divulgação de jogos de azar e outros quatro advogados.

De acordo com a polícia, os advogados cobraram até R$ 300 mil dos pais de Skarlete para repassarem informações dos processos. A intenção seria de se antecipar à Justiça no cumprimento de prisões em flagrante e apreensões.

Skarlete e o marido Erick são investigados pela divulgação de jogos de azar, como o Fortune Tiger (também conhecido ‘Jogo do Tigre’), bem como por crimes como organização criminosa, venda de armas para facção criminosa, e lavagem de dinheiro.

CN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *