Pré-candidato à prefeitura de Parnarama é preso em Timon MA por estelionato

Na manhã da última quinta-feira (6/08), durante uma operação realizada pela Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Defraudações (Derf), juntamente com a Polícia Civil do Maranhão, foi preso Jacobe Almeida Barbosa, que seria pré-candidato a
prefeito da cidade de Parnarama, interior do Maranhão

O suspeito está sendo investigado pelo crime de estelionato pela polícia de Manaus. A operação, chamada “Mestrado”, desarticulou uma associação criminosa que vendia falsos cursos de mestrado e doutorado em Amazonas e outros estados.

De acordo com Derf, empresário Jacobe Almeida, juntamente com Katarina Souza Correa, que foi presa no Balneário Porto Fino em Pontal do Paraná, lançaram cursos sendo representantes do Instituto Qualique e Consultoria (ICQ), em 2014. Os dois se uniram a mais uma pessoa, identificada como Márcio Fabrício Silva, que se encontra foragido, para comercializar os cursos.

De acordo com a polícia, o pagamento dos cursos falsos totalizavam R$ 24.450 e várias irregularidades foram notadas durante a investigação, como o fornecimento de material com indicação errada aos alunos e informações controvérsias em relação as instituições. Esses fatos levaram a Polícia Civil a considerar que os suspeitos tiravam vantagem ilícita.

A polícia investiga, ainda, se Jacobe Almeida Barbosa e Katarina Souza Correa mantiveram outras instituições com os mesmos propósito em outros estados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *