Vereador Pastor Max afirma que banco não pode descontar parcelas dos consignados da prefeitura e deixa assessoria jurídica à disposição

Em entrevista ao jornalista Jair Ribeiro, o vereador pastor Max explicou que os bancos não têm autorização legal para fazer descontos direto do servidores que possuem consignados.

Existe a expectativa de que dia 10 o Bradesco, principalmente, não respeite a Lei que suspende temporariamente o desconto de empréstimos consignados a funcionários públicos municipais.,mesmo a Prefeitura não retendo, na fonte, para posteriormente repassar ao banco o valor devido.

O parlamentar prometeu deixar a assessoria jurídica da Câmara a disposição de quem quiser brigar com o banco pelo direito assegurado em lei durante a pandemia (3 meses sem cobrança de parcelas).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *